VINICIUS ARNOM

Vida, Rosas do Tempo

Textos

Ser feliz...

Certamente você já parou para perguntar o que é sua felicidade, e até parafraseando nome de filme você procura ser feliz, buscando os motivos, e as respostas para um coração ou mente angustiada por um propósito maior para se sentir realizado ou bem sucedido.

Pensando, indagando e perdido em meio a pensamentos aleatórios, cheguei a uma primeira ideia, a felicidade é uma busca... Talvez seja como qualquer outra busca, como procurar algo que se perdeu ou que simplesmente se quer achar.

Então, é como quando você era criança, e tinha aquele urso (ou qualquer outro brinquedo) que gostava e era seu companheiro para todas as horas. Que mesmo tendo uma caixa cheia de outros brinquedos, você somente queria aquele que gostava. Todavia, algum dia acabava esquecendo em algum canto, ou mesmo, sua mãe pegando para lavar, e quando queria aquele brinquedo não o encontrava, e ia sempre a caixa de brinquedos (até então  sem importância),  procurar nela se o seu amigo ali estava. Não encontrando, você nunca se recordava onde havia deixado.

A procura às vezes também é como abrir varias vezes a geladeira, para pensar, para encontrar algo que já sabe que não existe ali, rever as mesmas coisas, e continuar ainda assim insistindo.

Outras vezes, aquilo que se quer aparece quando não se está mais procurando, ou ainda, quando se procura outra coisa que não aquela inicial. Semelhante quando sua mãe tirava o urso do varal e colocava na sua caixa de brinquedos e você se quer sabia onde estava, ou percebe que havia desaparecido por um tempo.

Quando falamos em felicidade é parecido com aquele brinquedo, se não está encontrando, talvez seja por que não está procurando no lugar certo. Não adianta abrir novamente a porta da geladeira. Sendo assim, é melhor procurar em outra caixa de brinquedos, em outro lugar, ou até mesmo perguntar para alguém mais velho. Talvez, ele possa te dizer que está no varal e que você só precisa esperar secar, e que não vai demorar e que está no caminho certo. Ou ainda, quem sabe focar em outra coisa, mais tarde pode ser que alguém já tenha colocado de volta no lugar, porém, prefira procurar e encontrar, não deixe que mostrem para você sem se dar a chance de encontrar por si mesmo.

E você, será que sua felicidade é o que de fato está buscando? Será que talvez não possa encontrar outro brinquedo na caixa que te faça feliz, ou ainda, pensar fora da caixa?

Bem, este é um primeiro ensaio sobre o tema, mas convido você a pensar sobre,  quem sabe voltando novamente possa encontrar um novo tema para inspirar o dia e ser por algum momento o seu brinquedo.

Felicidade e sorrisos.

Abraços poéticos! 

Vinicius Arnom
Enviado por Vinicius Arnom em 14/08/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Vinicius Arnom e o site www.viniciusarnom.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras